Voltar 

S. ROQUE

 

 
Perto da Cardia, logo se evidencia S. Roque, onde, atravessada a linha de água sobre adequado pontão, se pode visitar a minúscula capelita, conservada de acordo com os mínimos parâmetros de manutenção, examinando-se a imagem do titular, no seu modesto altar, arte popular talvez do século XVIII. Este povoado não conta com mais de meia dúzia de pessoas.

Vale a pena visitar S. Roque; as suas paisagens naturais, a expontaneidade da sua natureza, os percursos pedestres e explorações de lages de granitos que se podem realizar, oferecem-nos uma beleza deslumbrante que vale a pena admirar e explorar.

            

            

             
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

    Voltar